John Barrowman quer trazer Torchwood de volta à TV, mas a série ainda funciona atualmente?

Que John Barrowman ama Torchwood e Jack Harkness, nós já sabemos. E sabemos também que ele fez de tudo para manter o personagem e a série vivos durante todos esses anos de hiato. Ele vai em conferências sobre Doctor Who e responde questões, além de imortalizar as suas aventuras em áudios pela Big Finish. Porém, mais uma vez, há conversas sobre o retorno da série de TV.

A notícia mais recente aconteceu durante a Comic-Con deste ano (2016), em que Barrowman expressou a sua vontade de reviver o spin-off. Ele comentou que está para fazer um telefonema que poderá definir o futuro do show. 

Eu tenho um telefonema na segunda-feira para ver como podemos fazer para voltar à televisão
— John Barrowman - Comic-Con 2016.

Ele também completou com uma fala "Os fãs me conhecem bem o suficiente: eu só digo se for pra valer e se eu acredito".

Como sabemos, John Barrowman está em contrato com as séries da DC Comics, e o seu tempo cada vez mais curto para fazer parte de mais uma produção televisiva. Lembremos do episódio "A Good Man Goes to War", em que Moffat queria uma nova aparição de Jack, que não pôde retornar graças a Arrow. 

Agora, precisamos trazer pontos mais realistas à conversa antes de partirmos para as festas: é SENSACIONAL que Barrowman ainda esteja tão interessado no personagem Jack, afinal, o seu carisma foi o que consquistou o público. Porém, o que poderia ser feito para que a série ainda tivesse relevância?

Vejamos pelos pontos da BBC e Doctor Who: a série volta somente em 2017 e, pelo que sabemos, não há qualquer possibilidade de Torchwood retornar. Steven Moffat praticamente ABANDONOU a instituição desde que entrou como showrunner, e a sua forma de escrita está cada vez mais longe desta realidade: ele trouxe a U.N.I.T, que é praticamente Torchwood da série clássica. Ou seja, até mesmo no spin-off Class faria mais sentido a U.N.I.T atuando do que Torchwood.

O segundo ponto é o próprio spin-off Class. Se Torchwood voltasse, com certeza não seria durante a temporada de Doctor Who e muito menos durante Class - atrapalharia as produções e com certeza a BBC não teria o suficiente para manter três séries com essa relevância no universo de Doctor Who. 

Por outro lado, quem está chegando como showrunner é Chris Chibnall, uma das mentes principais de Torchwood na época de Russell T. Davies. Se fosse para acontecer algo, seria durante o seu reinado em Doctor Who. Mas, mesmo assim, seria inteligente comandar duas séries ao mesmo tempo, enquanto ainda precisa se provar como escritor de uma só?

Dito isto, vejamos as possibilidades: quando Torchwood foi ao ar, principalmente as suas duas temporadas iniciais, o seu formato repetia o que Buffy ou Angel ou séries dos anos 90 costumavam fazer: monstros da semana, que lá no final se conectavam de alguma forma no plot da temporada. Apesar disso ainda funcionar em Doctor Who, para uma série com a pegada de Torchwood teria que ser repensado. Muita coisa mudou desde 2006, e repetir a fórmula seria um tiro no pé. É só vermos o nível das séries da Netflix e os seus estilos de narrativas atuais.

Por isso, Torchwood deveria voltar como uma espécie de reboot. Sim, reboot, já que foi transformada em uma bagunça - quase colcha de retalhos - na sua última temporada: Miracle Day. O formato interessante de Children of Earth foi destruído por uma história que se tornou uma série policial americana com o Jack no meio. E terminou com um cliffhanger que absolutamente ninguém mais lembraria se a história voltasse de onde parou.

Não tenho como oferecer roteiros, mas posso oferecer possibilidades: Torchwood precisa esquecer o seu passado e olhar para frente, criando um novo formato e uma nova história, evidenciando o Jack, principalmente. Talvez um retorno da Agência Temporal e focando em algo assim. Ou mesmo criando uma atmosfera de Jessica Jones e Daredevil para a história, tornando Jack um "lobo solitário" tentando salvar o universo; ou criar uma vibe de Firefly, replicando o Capitão Malcolm Reynolds, com Jack se metendo em confusão em planetas diversos, focando na cultura e nos relacionamentos do personagem.

Repetir as fórmulas antigas com monstros fracos de Torchwood seria apenas desperdiçar MAIS UMA VEZ Jack Harkness. Se é para fazer, que seja feito de uma forma certa e atualizada. 

Mas o que você pensa sobre isso? Gostaria do retorno do nosso querido Capitão?


Bônus: fotos de John Barrowman aloprando na Comic-Con





Texto escrito por Jonathan Holdorf, que fica na esperança de Torchwood ter um bom futuro.